História |

Nasce a Coesas

Devido ao número crescente de profissionais dedicados à área e ao reconhecimento da necessidade da participação de equipes multiprofissionais nas cirurgias bariátricas, a SBCB defendeu a criação da Coesas – a Comissão das Especialidades Associadas, durante o V Congresso Brasileiro de Cirurgia Bariátrica, realizado pela SBCB em 2003, na cidade de Fortaleza (CE).

 

Com isso, os 14 profissionais de outras especialidades – que, na época, já eram sócios da SBCB –, puderam fazer parte de uma categoria específica dentro da sociedade. E mais: passaram a ter a oportunidade de agregar outros colegas, promover troca de conhecimentos e atualização profissional, estabelecer protocolos, além de incentivar o estudo e a especialização em cirurgia bariátrica. Enfim, eles podiam fortalecer a participação dos profissionais de especialidades associadas nas cirurgias bariátricas.

 

Mais um passo foi dado para esse fortalecimento em julho de 2005. Na época, o Conselho Federal de Medicina (CFM) publicou uma resolução determinando que todo cirurgião bariátrico necessitava de uma equipe capacitada para cuidar dos pacientes nos períodos pré e pós-operatórios. A equipe deveria ser composto por clínico, nutrólogo e/ou nutricionista, psiquiatra e/ou psicólogo, fisioterapeuta, anestesiologista, enfermeiros e auxiliares de enfermagem habilitados para os cuidados desses pacientes. Essa resolução instituiu, portanto, a presença da equipe multiprofissional no tratamento cirúrgico da obesidade.

 

Mas outro importante passo seria dado nesse sentido. Trata-se da aprovação do Consenso Brasileiro Multissocietário em Cirurgia da Obesidade, no VIII Congresso Brasileiro da SBCBM, em dezembro de 2006. Ao final do evento, ficou expressamente documentada a obrigatoriedade da presença da “equipe de profissionais habilitados ou com conhecimentos suficientes para o atendimento do paciente obeso mórbido em programas de cirurgias bariátricas”.

 

Graças à dedicação e ao empenho de seus gestores, hoje a Coesas também agrega profissionais de educação física, cirurgiões plásticos, fonoaudiólogos, odontologistas, endoscopistas e gastroenterologistas, todos voltados para o atendimento do paciente bariátrico.