Notícias

6 coisas que você deve saber sobre cirurgia bariátrica

Notícias / Pós-Operatório / Pré-Operatório

O312 tratamento cirúrgico da obesidade exige uma transformação por parte do paciente em diversas esferas da sua vida. Estar preparado para superar diversas etapas é fundamental para evitar complicações e atingir os objetivos do tratamento.

Algumas vezes o paciente pode se sentir seguro com as informações que reuniu em pesquisas e também com o conhecimento adquirido com a equipe multidisciplinar e o cirurgião. Mas isso não é garantia de que ele já tem visibilidade de tudo o que será necessário fazer.

Cathy Wilson, integrante da American Society for Metabolic and Bariatric Surgery – ASMBS e que realizou a cirurgia em 2001, separou algumas dicas importantes para quem está em fase de pré-operatório ou acabou de realizar o procedimento. Veja abaixo:

A cirurgia não é garantia de nada
Pense no tratamento como uma segunda chance para sua saúde. Se na primeira vez o paciente se tornou obeso, a cirurgia é uma nova oportunidade para ter qualidade de vida. É importante não dar a cirurgia como um fato consumado. Lembre-se: este é apenas o primeiro passo e é necessário aderir ao tratamento!

Perder peso não significa que não pode haver reganho
Reganho de peso pode acontecer e, até certo ponto, isso é natural. Você poderá perdê-lo novamente, mas será mais trabalhoso do que no período imediato após a cirurgia. Por isso, aproveite e proteja o resultado conquistado evitando retomar hábitos antigos, mesmo durante períodos difíceis.

As mudanças são para o resto da vida224
Será preciso ter um estilo de vida saudável pelo resto da vida. Largar hábitos antigos e adotar novos é importante para o paciente. Quando a vida voltar a uma rotina normalizada, será mais fácil lidar com reviravoltas e períodos difícies sem voltar aos hábitos que acabaram fazendo o paciente necessitar da cirurgia.

Perder peso não é garantia de mantê-lo
Reduzir o peso após a redução promovida pela cirurgia bariátrica é totalmente de mantê-lo. É preciso muito comprometimento para que, diariamente, o paciente possa fazer o necessário para continuar com o peso conquistado após o procedimento e manter sua saúde. Suas é que escolhas ajudarão a perder e manter o peso, e não o simples fato de ter feito a cirurgia.

É um trabalho em equipe
Trocar experiências com outras pessoas que realizaram ou estão realizando o tratamento é importante, além de manter sempre em dia o acompanhamento multidisciplinar. Muitas vezes isso poderá fazer a diferença na hora de sucumbir àquele desejo incontrolável de comer.

Mudar a mente é fundamental
A cirurgia bariátrica é capaz de muitas coisas, mas não de modificar a cabeça dos pacientes. É claro que a reeducação alimentar e os exercícios físicos são cruciais, mas também é preciso compreender que o sucesso do tratamento está diretamente ligado a forma de pensar. Entender as causas que levam o pacienta a comer é o primeiro passo para não ceder a elas.

Com informações do Obesity Help.

Crédito da imagem: HeavyWeightGeek via Compfight cc | mag3737 via Compfight cc