Notícias

  1. Home
  2. /
  3. Imprensa, Notícias
  4. /
  5. A Importância da atuação...

A Importância da atuação do professor de Educação Física nas Equipes de Cirurgia Bariátrica

Imprensa / Notícias

Na data em que é comemorado o Dia do Profissional de Educação Física (1o de setembro), devemos reforçar o fato de que a cirurgia bariátrica é considerada o tratamento mais eficaz no tratamento da obesidade mórbida, resultando em melhora significativa ou resolução completa das comorbidades associadas à obesidade.

A atuação de uma equipe multidisciplinar é fundamental neste processo e o tratamento clínico envolve diferentes abordagens, dentre elas, a prática de atividade física.

O exercício físico é um fator importante na prevenção primária e secundária, bem como no tratamento da obesidade. Sua prática regular proporciona benefícios antropométricos, metabólicos, neuromusculares e psicológicos. Pessoas que se mantém ativas ao longo da vida têm menores chances de se tornarem obesas, têm uma melhor distribuição de gordura corporal, com menores depósitos na região intra-abdominal.

Além disso, melhora a taxa metabólica de repouso, preserva ou aumenta a massa magra e após a cirurgia bariátrica está associada à perda de peso sustentada e uma melhor qualidade de vida. A prática de exercícios pré cirurgia bariátrica, acredita-se estar associada a uma melhor adesão no pós-operatório.

As barreiras para a prática de exercícios no pós-operatório da cirurgia bariátrica, em 78% dos casos estão associadas a falta de motivação e, em menos de 10% dos casos, a problemas relacionados com a cirurgia.

Isto tudo nos trás para a fundamental importância da atuação do educador físico junto em equipes de cirurgia bariátrica. Orientar, prescrever exercícios de forma adequada, tanto no pré como no pós-operatório, estimulando a adesão e envolvendo o paciente ao programa de exercícios físicos, é responsabilidade do professor de educação física. O paciente precisa receber não só um aconselhamento para a prática de atividade física, mas uma prescrição adequada levando em consideração os seus gostos pessoais, vivências anteriores, realidade diária e condições físicas.

A supervisão de um profissional bem treinado pode melhorar não só a adesão, mas reduzir os riscos que podem ser ocasionados pelo exercício físico em pessoas que já apresentam riscos elevados de eventos adversos coronarianos e limitações músculo-esqueléticas, como é o caso dos indivíduos com obesidade mórbida.

Aprimoramos conhecimentos, através da prática diária, da pesquisa e caminhamos para que, muito em breve, todas as equipes possam ter um professor de educação física como parte integrante da equipe multidisciplinar.

Prof. Dra Emilian Rejane Marcon é Educadora Física e presidente do Núcleo de Saúde Física e Reabilitação da Sociedade Brasileira de Cirurgia Bariátrica e Metabólica (SBCBM)

Kigurumi Brasil - Pijamas e Pantufas