NOTÍCIAS

  1. Home
  2. /
  3. Notícias, Notícias Destaque
  4. /
  5. Barilive destaca o acompanhamento...
Notícias / Notícias Destaque

Barilive destaca o acompanhamento multidisciplinar para manutenção do peso

Barilive destaca o acompanhamento multidisciplinar para manutenção do peso

Mediados pelo Dr. Gustavo Quadros, os cirurgiões bariátricos Maurício Emannuel e Roberto Rizzi discutiram a importância de uma equipe multidisciplinar no acompanhamento de pacientes após a cirurgia bariátrica para evitar complicações e a recidiva da obesidade.

O bate-papo aconteceu em São Paulo, na noite desta terça-feira (10), e foi transmitido ao vivo pelo Facebook no Barilive – uma iniciativa da Sociedade Brasileira de Cirurgia Bariátrica e Metabólica (SBCBM).

Entre os profissionais que devem estar presentes a longo prazo, os especialistas destacam a importância do acompanhamento com nutricionistas, fisioterapeutas, endocrinologistas, psicólogos e preparadores físicos.

“A cirurgia bariátrica é apenas um passo. É importante, antes de uma caminhada, que a gente conheça por onde a gente vai passar. Antes de operar, o paciente precisa estar preparado e conhecer os vários aspectos do pós-operatório”, abriu Dr. Rizzi, cirurgião bariátrico de São Paulo e que atua no Centro de Excelência em Cirurgia Bariátrica pelo SRC. “Nós precisamos estar cercados de vários profissionais. A equipe multidisciplinar é necessária em todo o processo da cirurgia bariátrica”, declarou o especialista.

Dr. Maurício Emannuel, cirurgião bariátrico do Rio de Janeiro e diretor da Clínica Multidisciplinar, disse que a integração da equipe é fundamental. “O grande desafio sempre vai ser apoiar o paciente na definição de um novo padrão comportamental. O atendimento em grupo é uma forma dele, com outros pacientes, buscar uma estabilidade emocional e um comportamento protetor”.

Responsabilidade compartilhada

Para o Dr. Rizzi, o paciente precisa entender que ele é parte de um projeto. “Cada paciente vai encontrar e se sentir melhor com um membro da equipe multidisciplinar. Alguns pacientes tem um lado emotivo maior e a equipe também tem essa finalidade. A chance da gente conseguir trazer o paciente para dentro do projeto com pessoas diferentes é muito boa. É um caminho que temos usado”, conta Dr. Rizzi.

Em sua experiência, o Dr. Maurício Emannuel aponta que o acompanhamento após a cirurgia é fundamental nos primeiros anos. “A volta da obesidade em operados está diretamente ligada a qualidade do pós-operatório. As pesquisas falam no “ano dourado”, o primeiro de pós-operatório. O paciente se empenha para seguir as orientações da equipe multidisciplinar ou ele tem grandes chances de ter resultados ruins a médio prazo”, esclarece Dr. Emannuel.

A internauta Maria Luiza Lima aproveitou a oportunidade para perguntar aos especialistas sobre estratégias para melhorar a aderência ao pós-operatório a longo prazo. Adilson Almeida, Neiva Lopes, Tania Borges, Franciele Barcellos e outros internautas também enviaram comentários que foram lidos pelo Dr. Gustavo Quadros e esclarecidos ao vivo.

Próxima edição

O próximo Barilive acontece no dia 17 de abril e terá como tema “A importância da Saúde Mental no pós-operatório”.

----->
Kigurumi Brasil - Pijamas e Pantufas