1. Home
  2. /
  3. Notícias, Notícias Destaque
  4. /
  5. Baritalk aborda o Ferro...
Notícias / Notícias Destaque

Baritalk aborda o Ferro suas funções, metabolismo e deficiência

Baritalk aborda o Ferro suas funções, metabolismo e deficiência

A Sociedade Brasileira de Cirurgia Bariátrica e Metabólica (SBCBM)  promoveu nesta segunda-feira (29), com transmissão ao vivo e interativa, a segunda edição do Baritalk – plataforma inédita lançada em 2018 pela SBCBM.  O tema desta semana foi “Ferro: funções, metabolismo e deficiência. Considerações na Cirurgia Bariátrica”.

“O Baritalk pode ser acompanhado por todos os associados da SBCBM, basta acessar o site”, explica o presidente da SBCBM, Caetano Marchesini. O objetivo  da plataforma é promover um espaço de atualização científica, com qualidade, para cirurgiões e equipes multidisciplinares.

Participaram da transmissão a nutricionista e presidente do Núcleo de Saúde Alimentar da SBCBM, Sílvia Pereira e a nutricionista, Andrea Forlenza, especialista nas áreas de Nutrição Clínica Funcional e Fitoterapia Integrativa em Nutrição e Farmacêutica-bioquímica.

No debate, as especialistas frisaram a importância do ferro para o transporte de oxigênio, a produção de energia para o corpo, além da eficiência do sistema imunológico. No geral, os principais sintomas que acendem o alerta sobre deficiência de ferro é o desânimo, dificuldade de levantar da cama, falta de concentração e fadiga. O aspecto do paciente anêmico também pode incluir queda de cabelo, olheiras profundas e mãos e pés gelados

De acordo com Silvia, 21% das crianças e 30% das mulheres em idade reprodutiva, especialmente entre 30 e 49 anos, possuem anemia.

Ela falou também sobre a diferença entre deficiência de ferro (deficiência dos estoques de ferro) e anemia ferropriva, que é a anemia secundária.

“O ferro é indispensável para funções biológicas, como síntese de DNA, proliferação e reparo celular, para a produção de energia e transporte de oxigênio pelas hemácias para todos os órgãos e tecidos”, afirmou Sílvia Pereira.

De acordo com os especialistas, atualmente existem produtos de suplementação oral que são eficientes para a reposição de ferro.

“Você já tem no mercado um produto que consegue entrar no nosso organismo em uma região que não foi afetada pela cirurgia bariátrica. Eles são protegidas por uma membrana que faz com que ele seja absorvido principalmente pelo ílio (uma região do nosso intestino)”, afirma a nutricionista Andrea Forlenza.

Questionadas sobre os polivitamínicos, as nutricionistas deixam claro que a suplementação de ferro pode ter problemas quando acompanhada de cálcio e por isso a absorção pode ser prejudicada. “É fundamental a suplementação de ferro separada. Não dá para contar com o polivitamínico porque geralmente a dose é baixa e também acontece a competição com o cálcio”, diz Andrea.

Para assistir a transmissão na íntegra, basta acessar: https://www.sbcbm.org.br/baritalk-ao-vivo/