1. Home
  2. /
  3. Imprensa, Noticia-Amazonas, Notícias
  4. /
  5. Capítulo da SBCBM do...
Imprensa / Noticia-Amazonas / Notícias

Capítulo da SBCBM do Amazonas/Rondônia promove evento Atualizações e Desafios em Cirurgia Bariátrica

Capítulo da SBCBM do Amazonas/Rondônia promove evento Atualizações e Desafios em Cirurgia Bariátrica

O Capítulo do Amazonas/Rondônia da Sociedade Brasileira de Cirurgia Bariátrica e Metabólica (SBCBM) promoveu nos dias 15 e 16 de dezembro, o “Summit Bariátrica Norte 2017 – Atualizações e Desafios em Cirurgia Bariátrica”. Este foi o primeiro evento científico realizado pelo Capítulo AM/RO, destinado aos profissionais que atuam em cirurgia bariátrica na região Norte do país.

“Conseguimos reunir cerca de 40 cirurgiões da região Norte em um evento de altíssima qualidade, com uma programação científica efetiva e que trouxe contribuições aos participantes”, afirmou o  presidente do Capítulo do Amazonas/Rondônia e coordenador científico do evento, Victor Dib.

Entre os temas abordados,  o panorama atual da cirurgia bariátrica no Brasil, a recidiva da obesidade, cirurgia revisional, as vantagens da cirurgia robótica e laparoscópica, o papel da endoscopia no tratamento da obesidade e honorários médicos.

O evento aconteceu no Quality Hotel Manaus e teve como palestrantes os cirurgiões bariátricos Almino Ramos, Carlos Domene e Josemberg Campos. Também foram promovidas mesas redondas que possibilitaram a participação de todos os inscritos, sob a coordenação do Dr. Victor Dib.

O diretor societário da SBCBM, Fábio Viegas, também participou do evento, contribuindo de forma bastante efetiva com as discussões científicas. Segundo ele, a região Norte deve ser vista como estratégica, tendo em vista a sua proximidade com outros países. 

O interesse científico dos cirurgiões da região é de impressionar e este encontro científico possibilitou uma grande troca de experiências, disse Viegas. O Brasil é um país continental e a SBCBM , tem grande responsabilidade em apoiar e promover encontros como este, reforçou Viegas.

“Tivemos casos de cirurgiões que percorreram 36 horas de barco para participar do curso e aprimorar conhecimento. O Brasil tem muitas realidades e nós, enquanto Sociedade Brasileira, temos uma responsabilidade sem igual de apoiar e promover encontros como este”, resumiu Viegas.