Notícias

  1. Home
  2. /
  3. Notícias, Notícias Destaque
  4. /
  5. Congresso – Endoscopia bariátrica...

Congresso – Endoscopia bariátrica é tema de curso

Notícias / Notícias Destaque

A endoscopia bariátrica está ganhando espaço no tratamento da obesidade. Nesta quarta-feira (15), ela foi tema de um dos cursos realizados durante o XX Congresso Brasileiro de Cirurgia Bariátrica e Metabólica, promovido pela Sociedade Brasileira de Cirurgia Bariátrica e Metabólica (SBCBM), em Curitiba, Paraná.

Segundo o coordenador do curso e endoscopista bariátrico, Manoel Galvão Neto, o objetivo do curso é explicar a endoscopia, suas aplicações e a possibilidade de tratamento endoscópico não só da obesidade como também de condições metabólicas.

Segundo ele, a endoscopia é, hoje, aplicada principalmente em duas frentes. A primeira delas são as complicações da cirurgia bariátrica.

“[A endoscopia bariátrica] tem uma natureza menos invasiva e trouxe uma revolução no tratamento das complicações. 80% das complicações que surgem na cirurgia bariátrica podem ser tratadas por endoscopia, sem a necessidade de uma nova operação, diminuindo o tempo que o paciente fica internado e a gravidade da complicação”.

Ainda de acordo com o médico, também é possível aplicar a endoscopia bariátrica no tratamento da obesidade leve. “A gente busca o paciente que tem uma obesidade menos severa, que tem um Índice de Densidade Corporal mais baixo”, explica.

Entre as intervenções mais utilizadas estão os balões intragástricos, as endosuturas e alterações da anatomia do estômago. “A gente altera a anatomia no estômago para fazer algo mais restritivo, diminuindo a velocidade de esvaziamento. Não é tão potente quanto na cirurgia, mas ocupa aquele espaço em que não tem indicação de cirurgia ainda”, afirma.

Galvão também destaca casos em que a cirurgia não é viável e que podem ser solucionados por meio da endoscopia. “Pacientes com índice de massa extremo, em que a cirurgia seria de risco, abdomens que seriam impenetráveis por cirurgia, situações anatômicas, como inversão dos órgãos”, exemplifica.

Evento promove integração

Todos os temas foram abordados ao longo do dia com um grande número de participantes. Uma visibilidade que, segundo Galvão, é positiva. “O que a gente vê hoje é uma situação de bastante harmonia, a SBCBM abriu as portas para a gente, a Sociedade tem um comitê de cirurgia bariátrica. E a gente vê que a Sociedade está preocupada em integrar essas novas tecnologias”, comemora.

Galvão também ressalta a possibilidade de abordar diversos pontos relevantes em um mesmo espaço. “[O congresso] realmente integra. Uma integração com uma equipe multidisciplinar e interdisciplinar, coisa que a gente não vê lá fora, onde a gente só vê os ‘pedaços’. Isso é muito importante porque, assim, a gente reconhece o que é obesidade. Uma doença crônica, progressiva e incurável”.

Para o endoscopista bariátrico, Eduardo Grecco, a parceria entre cirurgia e endoscopia é fundamental. “A SBCBM sempre esteve à frente, e ao lado da endoscopia bariátrica. Existe hoje um núcleo coordenado pelo professor Galvão e é fundamental trazer para esse curso, com cirurgiões e endoscopistas, visualizando a endoscopia como uma grande aliada da cirurgia bariátrica”, explica.

Segundo ele, a SBCBM proporciona uma boa oportunidade de aprendizado para médicos que desejam começar a trabalhar com a endoscopia bariátrica. “A obesidade é uma doença crônica, é uma grande epidemia, e dentro do ambiente médico se busca conhecimentos, novas técnicas, perspectivas, tratamentos, uma equipe multidisciplinar. Falamos aqui de medicina integrativa, endoscopia. Esse evento traz toda essa grandiosidade para a ciência e para toda a medicina”.

Já o médico Luiz Gustavo Quadros, membro titular da Sociedade Bariátrica e membro do comitê de endoscopia bariátrica da SBCBM, a cirurgia e a endoscopia andam em conjunto e, em eventos como o XX Congresso Brasileiro de Cirurgia Bariátrica, é possível abordar os temas de forma mais ampla e benéfica tanto para médicos quanto para pacientes.

“Tanto o endoscopista pode aprender mais sobre o ponto de vista cirúrgico, como funciona a cirurgia bariátrica, entender como o paciente chega para ele com alguma queixa, como o cirurgião bariátrico pode aprender mais e ter uma análise crítica em relação aos aspectos da endoscopia. Com isso, há uma correlação melhor entre essas equipes de áreas distintas em prol do bem-estar do paciente”, ressalta.

O XX Congresso Brasileiro de Cirurgia Bariátrica e Metabólica segue até este sábado (18). Toda a programação está disponível no site.