Blog

Compartilhe este Post

Cirurgia Bariátrica / Cirurgia Metabólica / Institucional / Notícias / Pré-Operatório

9 dicas para escolher um bom cirurgião bariátrico*

*Por Dr. Orlando Pereira Faria, cirurgião bariátrico e membro da SBCBM

 

998Essas são apenas sugestões, tome-as pelo que são e lembre-se: escolha um cirurgião e um programa de cirurgia bariátrica onde você se sinta confortável. A escolha é sua e você é o cliente

 

Você está pensando em fazer uma cirurgia bariátrica? Então não está sozinho. Cerca de 90 mil pacientes estão se submetendo a algum tipo de procedimento bariátrico no Brasil neste ano. Nos EUA, foram realizadas cerca de 200 mil cirurgias bariátricas em 2015.

 

Pacientes estão avaliando as opções em cirurgia bariátrica mais do que nunca. O número de cirurgiões especializados na cirurgia para tratamento da obesidade continua a aumentar e as escolhas para pacientes obesos nunca foram tantas, mas pode-se dizer também que nunca foram tão difíceis.

 

O primeiro passo é contar com um cirurgião bariátrico e uma equipe multidisciplinar associados a SBCBM. A seguir você poderá ler outras dicas que deve ser consideradas na escolha pela cirurgia, pelo profissional e sua equipe:

 

1) Quais são as credenciais do cirurgião?
A competência nesse campo é dura de alcançar e difícil de manter. Portanto, um cirurgião bariátrico dedicado deveria devotar no mínimo 50% de sua prática para cirurgia bariátrica. Só assim poderá ser considerado um especialista pelos seus pares. O cirurgião deve ter certificados oficiais atestando sua competência, estar em ordem com o Conselho Regional de Medicina, com a SBCBM, com o Colégio Brasileiro de Cirurgiões ou com o Colégio Brasileiro de Cirurgia Digestiva.

 

295-bx2) Qual a reputação do cirurgião na sociedade médica?
Isso irá lhe dizer muita coisa sobre seu cirurgião. O paciente obeso é bastante complexo porque tem problemas nas mais diversas áreas relacionadas à saúde: problemas articulares, apneia do sono, hipertensão arterial, diabetes tipo 2. Um médico não pode cuidar de tudo sozinho. Cirurgiões bariátricos devem trabalhar lado a lado com outros médicos e profissionais da área de saúde na sua comunidade.

 

Praticar cirurgia bariátrica é mais do que aprender uma técnica cirúrgica. A operação é menos do que 10% do pacote total. O que o seu médico de confiança pensa do seu cirurgião bariátrico? E o seu cardiologista, o que pensa? Qualquer informação proveniente da sociedade médica será útil.

 

3) Os outros pacientes estão satisfeitos com o cirurgião?
As salas de bate-papo na internet podem ajudá-lo nessa resposta. Mas cuidado! Não é todo paciente obeso que é candidato à cirurgia bariátrica. Esteja atento para um paciente aborrecido que tenha tido uma má experiência com um cirurgião em particular. Preste mais atenção à maioria e não às exceções. Participe de reuniões, de grupos de apoio e pergunte as opiniões sobre os cirurgiões.

 

4) Quais são as taxas de mortalidade e complicações do cirurgião?
Essa pode ser uma informação difícil de obter, mas a melhor maneira é perguntar. Qualquer cirurgião bariátrico respeitável será honesto e aberto a esse tipo de questionamento.

 

5) Como é o consultório do cirurgião?
Comece pela sala de espera. As cadeiras que lá existem são confortáveis para você sentar? As cadeiras têm braços? A sala de espera é apertada? Existe balança para pacientes com mais de 250kg? A equipe de atendimento é cortês e amigável? O cirurgião, ou alguém da equipe, pode ser encontrado facilmente e está disponível caso necessite da ajuda?

 

920-BX

Observar a estrutura oferecida pelo cirurgião e pelo hospital é importante na hora de selecionar um cirurgião.

6) O cirurgião oferece uma operação ou um programa de cirurgia bariátrica?
A maioria dos cirurgiões bariátricos passa a maior parte do exercício profissional educando e cuidando de seus pacientes no pré e pós-operatório. Cirurgiões bariátricos realmente dedicados vivem essa especialidade, exigindo e absorvendo todo seu tempo e recursos. O seu programa começa com educação e avaliação antes da cirurgia e continua por toda vida no pós-operatório. Quanto mais completo o programa, maior o tempo entre a primeira consulta e a operação. Cuidado com o cirurgião que faz a consulta num dia e a cirurgia na semana seguinte.

 

7) O que o cirurgião espera do paciente após a cirurgia?
A operação corresponde a aproximadamente 10% do pacote inteiro, mas é muito importante. O acompanhamento a longo prazo é necessário e nos serviços de excelência isso é mandatório. O paciente deve retornar para consultas periódicas com a equipe multidisciplinar. Deve usar rigorosamente os suplementos vitamínicos, minerais e alimentares receitados. Deve fazer exames laboratorias solicitados e exercícios regularmente. Se um desses elementos estiver faltando, o nível de sucesso do paciente no pós-operatório estará limitado.

 

9998) O hospital está especialmente equipado para o paciente bariátrico?
Verifique se tem cadeiras de rodas, macas e camas especiais. Cheque se há Unidade de Terapia Intensiva devidamente aparelhada e se existe disponibilidade de exames laboratoriais 24 horas por dia. Existe aparelho de Tomografia Computadorizada?

 

9) O cirurgião é membro da Sociedade Brasileira de Cirurgia Bariátrica?
Essa é uma das mais importantes, senão a mais importante pergunta a ser feita ao seu cirurgião bariátrico. O envolvimento nessa sociedade é considerado mandatório para o verdadeiro especialista. Os membros da entidade avaliam as pesquisas atuais, discutem as técnicas e criam padrões para serem seguidos pela sociedade.

 

Fotos: Canadian Obesity Network

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar essas tags e atributos HTML : <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>