Blog

  1. Home
  2. /
  3. Imprensa, Notícias, Pesquisas
  4. /
  5. Estudo aponta que cirurgia...

Estudo aponta que cirurgia bariátrica é opção para evitar risco de Alzheimer

Imprensa / Notícias / Pesquisas

130-BXTrabalho realizado com mulheres que passaram pela redução de estômago indica que perder uma boa quantidade de peso na idade adulta normaliza a atividade cerebral em excesso, causada pela obesidade, e pode prevenir o Alzheimer numa idade mais avançada

 Um estudo da Universidade de São Paulo (USP), coordenado pela endocrinologista Cintia Cercato, publicado na Revista Journal of Clinical Endocrinology & Metabolism, foi o primeiro a avaliar a atividade cerebral de mulheres nos períodos pré e pós-cirurgia bariátrica. De acordo com o levantamento a perda de peso na idade adulta pode auxiliar na prevenção de casos de Alzheimer. Pesquisas anteriores indicavam que cerca de 35% das pessoas obesas têm mais chances de desenvolver a doença.

De acordo com o estudo, como resultado da cirurgia bariátrica a perda de peso promove a reversão do excesso de atividade cerebral e, consequentemente, melhora as funções cognitivas que podem levar à redução do risco de Alzheimer. Obesos criam resistência à produção de hormônios que são importantes na proteção de neurônios como insulina e leptina.

Comparando o quadro clínico antes e depois da cirurgia descobriu-se que no primeiro momento o cérebro das pacientes aumentava o metabolismo, porém não havia melhora nas funções cognitivas. Após a cirurgia essa atividade passou a ser idêntica a de uma pessoa que nunca foi obesa, uma indicação de que o excesso de peso pode fazer com que o cérebro trabalhe mais que o normal para alcançar um mesmo patamar de cognição.

De acordo com o Dr. Almino Ramos, Presidente da SBCBM – Sociedade Brasileira de Cirurgia Bariátrica e Metabólica existem mais de 60 tipos de doenças relacionadas à obesidade que melhoram como consequência dos efeitos da cirurgia bariátrica.

“O benefício principal da cirurgia bariátrica, além da perda de peso, é combater as doenças associadas e promover uma melhor qualidade de vida aos pacientes, não só em termos de saúde, mas também na esfera social e psicológica. As perspectivas são animadoras para reduzir a incidência de uma grave doença que atinge atualmente cerca de 36 milhões de pessoas em todo o mundo”, comenta Dr. Almino.

Cirurgia Bariátrica

Popularmente conhecida como redução do estômago, a cirurgia bariátrica vem crescendo expressivamente no Brasil, que já é o segundo país com mais cirurgias realizadas, com cerca de 80 mil procedimentos por ano, atrás apenas dos Estados Unidos que realizam cerca de 140 mil cirurgias anualmente. Do número total de cirurgias feitas no Brasil estima-se que 10% são feitas pelo SUS. O número de procedimentos cresceu 90% nos últimos cinco anos e 300% em dez anos.

Quando a cirurgia é indicada

A cirurgia bariátrica é indicada quando o médico e o paciente se convencem que as tentativas colocadas em prática para eliminar peso por meio de tratamento clínico, como exercícios físicos, reeducação alimentar e medicamentos, não surtiram o efeito esperado. A indicação também envolve análise de índice de massa corpórea e outros fatores como as doenças que o paciente apresenta e que são relacionadas com a obesidade, as chamadas comorbidades. Obesidade mórbida ocorre com o excesso de peso de 40 a 45 kg ou quando a obesidade está associada a doenças graves como diabetes tipo 2, hipertensão arterial e apneia do sono.

Não existem limitações com relação a idade sendo que em geral se passa a considerar a possibilidade de indicação da operação para pessoas acima de 16 anos. Em idosos, muito mais que a idade, existe uma preocupação com a condição clínica para a cirurgia, principalmente do ponto de vista cardiovascular e pulmonar. O preparo sempre deve ser feito de modo multidisciplinar envolvendo além do cirurgião, endocrinologista, cardiologista, educadores físicos, fisioterapia, enfermagem, odontologia, fonoaudiologia, nutricionista e nutrólogo e psiquiatra e psicólogo.

 Sobre a SBCBM

A SBCBM – Sociedade Brasileira de Cirurgia Bariátrica e Metabólica foi fundada em 1996. Inicialmente batizada como SBCB – Sociedade Brasileira de Cirurgia Bariátrica, em 2006 a entidade inseriu a palavra “Metabólica” em seu nome, devido à crescente importância da cirurgia metabólica na comunidade médica.

Possui atualmente cerca de 1260 sócios entre cirurgiões e especialidades associadas (endocrinologista, cardiologista, educadores físicos, cirurgiões plásticos, fisioterapia, enfermagem, odontologia, fonoaudiologia, nutricionista e nutrólogo e psiquiatra e psicólogo) com representantes em todo o país por meio de 15 capítulos (Bahia, Ceará, Distrito Federal, Espírito Santo, Goiás, Mato Grosso do Sul, Minas Gerais, Pará, Paraná, Pernambuco, Rio de Janeiro, Rio Grande do Norte, Rio Grande do Sul, Santa Catarina e São Paulo) e 10 delegacias (Alagoas, Amapá, Amazonas, Maranhão, Mato Grosso, Paraíba, Piauí, Rondônia, Sergipe e Tocantins).

Mais informações para imprensa:

Target Estratégia em Comunicação

Fone: (11) 3063-0477

Diego Cordeiro – diego@targetsp.com.br

Italo Genovesi – italo@targetsp.com.br

Crédito da foto: AdamSelwood via Compfight cc