Blog

  1. Home
  2. /
  3. Notícias, Pesquisas
  4. /
  5. Estudo aponta que sobrepeso...

Estudo aponta que sobrepeso e obesidade elevam risco de câncer

Notícias / Pesquisas
Relação excesso de peso e doenças já é conhecida diversos estudos apontam, entre outras soluções, a cirurgia bariátrica como uma excelente opção.

Relação excesso de peso e doenças já é conhecida diversos estudos apontam, entre outras soluções, a cirurgia bariátrica como uma excelente opção.

De acordo com levantamento, 10 dos 22 tipos mais comuns de câncer tem o desenvolvimento afetado pelo excesso de peso; Presidente da SBCBM – Sociedade Brasileira de Cirurgia Bariátrica e Metabólica ressalta que a redução de peso auxilia no combate a diversos tipos de doença, entre elas o câncer

 

Um estudo publicado na Revista inglesa “The Lancet”, realizado no Reino Unido com 5 milhões de pessoas saudáveis avaliadas durante sete anos, aponta o sobrepeso e a obesidade como responsáveis pelo aumento dos riscos de 10 tipos de cânceres entre os 22 mais comuns, devido à relação direta entre a doença e o Índice de Massa Corporal – IMC.

 

Dessa maneira, segundo os autores, o aumento de 5 kg/m2 no IMC de uma pessoa obesa consequentemente eleva o risco de câncer de útero em 62%, de vesícula em 31%, de rim em 25%, de colo de útero, 10% e de tireoide e leucemia em 9% para cada caso. Também foram registrados aumentos nos casos de câncer de fígado, colorretal, ovário e mama. Para os casos de IMC menores que 30, ou seja, na faixa de sobrepeso, o estudo também aponta um grau maior para riscos da doença.

 

A relação excesso de peso e surgimento de doenças já é conhecida pelos pesquisadores e diversos estudos apontam, entre outras soluções, a cirurgia bariátrica como uma excelente opção, tanto no combate à obesidade quanto às doenças associadas como hipertensão, dislipidemia, apneia do sono, problemas ortopédicos severos, diabete tipo 2 e até mesmo o câncer.

 

Um recente estudo da Universidade da Califórnia (EUA) junto com o Moores Cancer Center revelou que o risco de uma mulher ter câncer de útero diminui consideravelmente para margens entre 71% e 81%, com a cirurgia bariátrica.

 

De acordo com o Dr. Almino Ramos, Presidente da SBCBM – Sociedade Brasileira de Cirurgia Bariátrica e Metabólica, um dos temas mais estudados atualmente é a diminuição de casos de câncer (cólon, próstata, mama e útero) em pacientes que realizaram cirurgia bariátrica.

 

“O benefício principal da cirurgia bariátrica, além da perda de peso, é combater as doenças associadas e promover uma melhor qualidade de vida aos pacientes, não só em termos de saúde, mas também na esfera social e psicológica. As perspectivas são animadoras para reduzir a incidência de uma grave doença que atinge milhões de pessoas em todo o mundo”, comenta Dr. Almino.

 

Crédito das fotos: Mercy Health via Compfight cc