Notícias

  1. Home
  2. /
  3. Imprensa, Notícias
  4. /
  5. Nesta Páscoa, saiba como...

Nesta Páscoa, saiba como escolher o chocolate

Imprensa / Notícias

ovos-de-chocolate-lacta-100-anosNestes dias que antecedem a Páscoa, o assunto da vez é o chocolate. Existem muitas variações de chocolates, mas o que falamos aqui é do chocolate de verdade – originário da América do Sul e obtido a partir da mistura de derivados de cacau (Theobromacacao L.), massa de cacau, cacau em pó e/ou manteiga de cacau, com outros ingredientes.

A gordura do chocolate é constituída por dois ácidos graxos saturados e, embora seja conhecido que o consumo dessa gordura aumenta os níveis de colesterol, o chocolate rico em cacau (mais de 50%) não se relaciona a esse aumento. Estudos indicam também que o chocolate com pelo menos 70% de cacau pode promover discreta redução da pressão arterial, devido às altas concentrações de polifenóis, que são compostos antioxidantes.

Já no chocolate amplamente comercializado, a quantidade de cacau é mínima, há adição de leite (ácidos graxos mirístico e láurico, conhecidamente hipercolesterolêmicos) gordura hidrogenada (relacionada com aumento de LDL), e açúcar. Além disso, contém menos polifenóis do que o chocolate com pelo menos 50% de cacau. Dessa forma, se consumidos em excesso, os chocolates podem trazer problemas futuros, como o aumento do peso e das taxas de colesterol no organismo.

Uma queixa comum nos consultórios é o poder viciante que o chocolate tem: totalmente explicado, já que há liberação de endorfina após o consumo, e seu uso indiscriminado em episódios de ansiedade, compulsão e TPM.

Para pacientes submetidos à cirurgia bariátrica, o chocolate “normal” pode desencadear a Síndrome de Dumping, devido à essa presença de açúcar e gordura. Alguns apostam em chocolates diet, com redução de açúcar, mas a gordura e as calorias permanecem a as vezes até em maiores quantidades. Já o chocolate light, contém redução calórica, mas a gordura e o açúcar permanecem. No caso do chocolate zero, é retirado deste produto algum nutriente especifico, podendo ser sal, açúcar, lactose e outros.

Então, com a Páscoa batendo a porta, qual a melhor opção? Chocolates com maior teor de cacau, que podem ir de 50 até 90%. Esses chocolates promovem benefícios à saúde, são menos calóricos e tem menos açúcar e menos gordura. Comece hoje optar por produtos mais saudáveis! Chocolate é gostoso e fornece energia, mas cabe a você escolher a melhor opção!

 

Este artigo foi elaborado pela nutricionista Tamires Precybelovicz,  integrante do núcleo de Saúde Alimentar da  Comissão de Especialistas Associados (COESAS) da SBCBM. Tamiresé pós-graduanda em Nutrição Esportiva e atua no ambulatório multidisciplinar de apoio ao obeso cirúrgico do Hospital de Clínicas (UFPR).