Notícias

  1. Home
  2. /
  3. Imprensa, Notícias
  4. /
  5. Nutricionistas explicam como é...

Nutricionistas explicam como é a dieta pós-operatória de pacientes bariátricos

Imprensa / Notícias

 

6o BariiveA sexta edição do BARILIVE, realizada na noite de terça-feira (8) pela Sociedade Brasileira de Cirurgia Bariátrica e Metabólica (SBCBM) e exibida ao vivo pelo Facebook, abordou as questões que envolvem a “Dieta Pós-Operatória” para os pacientes que se submetem a uma cirurgia bariátrica.

As nutricionistas Fernanda Schumaker e Aline Ferrite participaram do debate conduzido pelo cirurgião bariátrico Dr. Felipe Rossi. Durante a transmissão online, cerca de 6 mil pessoas acompanharam a conversa e muitos internautas aproveitaram a oportunidade para enviar perguntas e esclarecer dúvidas.

O assunto discutido foi proposto pelo Núcleo de Saúde Alimentar do Conselho de Especialidades Associadas (COESAS) da SBCBM, formado por nutrólogos e nutricionistas que integram as equipes multidisciplinares dos cirurgiões bariátricos.

Questões como a variedade de alimentos disponível em cada fase depois da cirurgia, reposição de nutrientes e como é a dieta líquida receitada nos primeiros dias depois da operação foram esclarecidas pelas nutricionistas. “Um dos maiores desafios é a necessidade de mastigar os alimentos nos primeiros 30 dias, período da dieta líquida”, comentou Fernanda.

As nutricionistas ressaltaram que o sucesso efetivo da cirurgia depende principalmente do envolvimento e dedicação do paciente ao longo de todas as etapas do processo, uma vez que se não houver uma mudança real de hábitos alimentares, o problema da obesidade pode voltar. “Nós acompanhamos o paciente antes e depois da cirurgia. Mas ela (a cirurgia) é apenas um tratamento, não é um milagre. A pessoa precisa realmente mudar o estilo de vida”, enfatizou Aline.

As profissionais também esclareceram que, depois desse período, praticamente todos os alimentos são permitidos, mas nem sempre eles são recomendados, como é o caso de frutas cítricas como limão, laranja e tangerina, além de alimentos gordurosos e bebidas gaseificadas por um período de pelo menos 90 dias. As bebidas alcoólicas também não são recomendadas antes de completar pelo menos cinco meses de cirurgia. “Além de impactar no peso, o álcool é muito prejudicial para esses pacientes”, enfatizou Fernanda, referindo-se à nova configuração do metabolismo, que pode ficar mais suscetível ao consumo de bebidas alcóolicas.

O cirurgião bariátrico Felipe Rossi ressaltou que o acompanhamento multidisciplinar nutricional pós-cirurgia bariátrica deverá ser permanente para garantir os resultados do procedimento.  “A cirurgia é fantástica e tem resultados maravilhosos no primeiro ano. No entanto, o paciente deve seguir a dieta e fazer uma reeducação alimentar para evitar que acontece a reicidiva da obesidade”, declarou Felipe Rossi.

PERGUNTAS – Os internautas enviaram para os organizadores do Barilive na SBCBM várias dúvidas com relação à fraqueza, anemia, queda de cabelo, absorção de alimentos pelo organismo e perdas nutricionais em geral. Fernanda lembrou que qualquer dieta muito restritiva, como acontece com as dietas da moda, pode provocar esses sintomas, independentemente de um processo cirúrgico. “Eu percebo muito essa preocupação entre as mulheres no consultório, mas é necessário ficar claro que esse processo tem começo, meio e fim”, argumentou Felipe Rossi, sobre as dúvidas das pacientes que atende.

OBJETIVO – O BARILIVE é um novo programa da Sociedade Brasileira de Cirurgia Bariátrica e Metabólica (SBCBM) e tem como objetivo promover o aperfeiçoamento científico, por meio de palestras e debates virtuais.

O Barilive da próxima semana – 15 de agosto – contará com a presença de endocrinologistas, sob a coordenação do Núcleo de Especialidades de Saúde Clínica e Assistencial, que abrange endocrinologistas, clinica médica, terapia intensiva, cardiologistas e outras especialidades. Este Núcleo da SBCBM é presidido pela atual presidente da Associação Brasileira para o Estudo da Obesidade e Síndrome Metabólica (ABESO), a médica endocrinologista, Maria Edna de Melo.