1. Home
  2. /
  3. Notícias
  4. /
  5. Posição Oficial da Sociedade...

Tendo em vista a constante busca de informações e orientações sobre a conduta dos seus membros frente a atual situação de pandemia no Brasil, a SBCBM traz os seguintes posicionamentos:

Reafirmamos nosso compromisso de seguir rigorosamente todas as recomendações das autoridades sanitárias brasileiras, aconselhamos a todos que consultem o direcionamento fornecido pelas respectivas Secretarias de Saúde, Ministério da Saúde e os Conselhos Regionais de Medicina de cada estado da federação.

Entendemos que vivemos em um país com dimensões continentais, com peculiaridades socioculturais, econômicas e geográficas distintas, sendo que o cenário da epidemia pode diferir de lugar para lugar, assim como diferem as características institucionais e as premissas do poder público em cada local. A despeito da pandemia encontrar-se ativa no país, as estatísticas e o comportamento são diferentes de acordo com Estados e Municípios avaliados.

Entendemos ainda, que estamos diante de um cenário complexo e indefinido, com muitas incertezas no que tange ao tratamento, prognóstico e efeitos a longo prazo da COVID-19, que não permitem às Sociedades de especialidades e áreas de atuação apresentarem recomendações definitivas que fujam aos seus propósitos ou que invadam as prerrogativas dos órgãos oficiais.
Reafirmamos que o momento ainda é de reforçar as medidas de distanciamento social, atenção redobrada aos cuidados com a higiene e com o uso de barreiras mecânicas e químicas (máscaras, óculos de proteção, álcool em gel) contra o vírus, especialmente no que se refere à interação entre pacientes e profissionais da área de saúde.

Recomendamos atenção como o uso rigoroso dos Equipamentos de Proteção Individual EPI para todos os envolvidos nos cuidados com o paciente.

Entendemos ser fundamental a adoção de estratégias que permitam o acompanhamento continuado dos pacientes operados, seja de forma presencial utilizando as recomendações a seguir, seja através de ferramentas de Telemedicina.

Dos atendimentos
A SBCBM reconhece que atendimentos presenciais, quando realizados no período de vigência do alerta de epidemia no país, devem ser acompanhados de rigorosos cuidados e atenção com medidas protetivas de segurança, tanto para os pacientes, quanto para os profissionais envolvidos. Como sugestão de conduta, elencamos as seguintes estratégias:

  1. Evitar o agendamento presencial de pacientes idosos maiores de 60 anos.
  2. Programar o agendamento entre as consultas com espaçamento adequado para evitar aglomerações nas salas de espera.
  3. Evitar a presença de acompanhantes durantes as consultas e nas salas de espera.
  4. Uso de EPIs para todos os envolvidos no atendimento, inclusive o pessoal administrativo, bem como observar maior cuidado com a higienização e desinfecção dos consultórios, salas de espera, mobiliário, balcões, e áreas afins.
  5. Promover triagem antes das consultas presenciais questionando a existência de sintomas respiratórios, febre ou contato direto com pessoas com diagnóstico de COVID-19 nos últimos 14 dias.
  6. Exigir o uso de máscaras faciais individuais pelos pacientes desde o ingresso na clínica/consultório, até a sua saída.
  7. Disponibilizar álcool gel nos ambientes de trânsito do paciente.
  8. Evitar atrasos ou adiantamentos nos atendimentos por parte dos pacientes

Dos Procedimentos cirúrgicos
Face a incerteza na duração do ciclo epidêmico, entendemos que a decisão do momento da cirurgia é uma escolha entre médico e paciente, legalmente regida pelos Conselhos de Medicina, e que existem situações nas quais a relação risco-beneficio podem levar à sua realização de forma imediata.

Diante de situações nos quais se julgue pertinente realizar um procedimento bariátrico eletivo recomendamos que sejam observadas as seguintes regras de segurança:

  1. Consideramos contraindicada a realização de qualquer procedimento cirúrgico eletivo em pacientes com COVID-19.
  2. Utilizar preferencialmente hospitais com dependências e fluxo independentes onde não haja pacientes com diagnóstico de COVID-19.
  3. Utilizar protocolos específicos de cirurgia segura para COVID-19, inclusive com uso de salas cirúrgicas exclusivas “COVID-19 free”.
  4. Evitar procedimentos cirúrgicos em pacientes maiores de 60 anos e ou pacientes com doença auto imune.
  5. Aconselhamos evitar cirurgias em pacientes com recomendação pré-operatória de utilização de Unidade de Terapia Intensiva ou com forte probabilidade de uso desses leitos.
  6. Evitar neste momento as cirurgias REVISIONAIS, especificamente as indicadas para tratar a obesidade recidivada.
  7. Reiterar o dever de informar ao paciente e o Responsável legal de todos os riscos específicos através do Termo de Consentimento Informado.
  8. Informar o dever de respeitar uma quarentena domiciliar de 14 dias após a alta hospitalar da cirurgia.
  9. Incluímos em anexo sugestão do aditivo ao Termo de Consentimento Informado.

Reiteramos que os membros da SBCBM não enxerguem neste documento um dever de fazer, ao contrário, o exercício pleno da medicina é de responsabilidade do profissional médico, único competente para julgar o melhor momento de tratar seu paciente.

Estas são orientações e recomendações que não constituem um mandato ou chancela institucional, cujo único órgão competente para isso é o Conselho Federal de Medicina e ou o Conselho Regional de Medicina.

A intenção da SBCBM tem por objetivo maior seguir de guia das melhores práticas, cujos únicos e maiores beneficiários serão nossos pacientes.

22 de Abril de 2020
Diretoria da SBCBM

PARCEIROS PLATINUM

Parceiro Ouro

nn_logo_rgb_blue_large

Parceiro Prata

Parceiros Bronze

Pfizer_Logo_Color_RGB
Pfizer_Logo_Color_RGB

SITES PARCEIROS

Localize Cirurgiões e Equipe Multidisciplinar.

Segunda à Sexta | Rua Maestro Cardim, 560 - cj. 165 - CEP 01323-000 | São Paulo SP
Whatsapp: 11 9.9477.9049| T + 55 11 3284 6951

Mapa do site

Acessar