1. Home
  2. /
  3. Imprensa, Notícias, Notícias Destaque
  4. /
  5. Programação científica de peso...

Programação científica de peso reúne núcleos de saúde física, alimentar e mental no XXI Congresso da SBCBM

Imprensa / Notícias / Notícias Destaque

O maior congresso de Cirurgia Bariátrica e Metabólica do mundo reuniu nesta sexta-feira (12) – em três diferentes programações – profissionais que integram as equipes multidisciplinares para o tratamento da obesidade, nos núcleos de saúde física, saúde alimentar e saúde mental da Sociedade Brasileira de Cirurgia Bariátrica e Metabólica (SBCBM).

Em diferentes áreas de atuação, cada um dos núcleos contou com uma sala e programação específica ao longo de todo o dia. O presidente da Comissão Científica do  Congresso, Antônio Carlos Valezi, explicou que o objetivo principal foi trazer novas estratégias para o atendimento do paciente no pré e pós-operatório.

“Na saúde mental priorizamos, principalmente, como fazer com que a pessoa mude hábitos para intensificar os resultados das cirurgias bariátricas e metabólicas, com suporte psiquiátrico e psicológico. O núcleo de saúde física abordou estratégias para combater a sarcopenia e outros aspectos relacionados com a massa muscular, bem como os tipos de atividades físicas que possibilitam resultados para diferentes públicos”, pontuou Valezi. Já o núcleo de saúde alimentar, segundo ele, organizou a sua programação no sentido de abordar a importância da reposição nutricional pré e pós-operatório, bem como os tipos de alimentação que melhoram as condições clínicas e físicas do paciente.

Também fazem parte da equipe de atendimento ao paciente com obesidade o fisioterapeuta, equipe de enfermagem, dentistas e uma série de profissionais que podem ser indicados de acordo com a necessidade do paciente.

Recentemente a SBCBM, em conjunto com a Comissão de Especialidades Associadas (Coesas) lançou, de forma inédita, uma série de quatro cursos destinados a profissionais que querem se aprimorar no atendimento de pacientes com obesidade e em pré e pós-operatório de cirurgia bariátrica e metabólica. Os cursos abrangem quatro áreas de atuação: Nutrição, Educação Física, Saúde Mental e Fisioterapia. As inscrições estão abertas e disponíveis através deste link.

Segundo o presidente da SBCBM, Fábio Viegas, esse é mais um passo da entidade pelo incentivo à formação continuada e valorização dos profissionais das equipes multidisciplinares. “As equipes multidisciplinares têm um papel fundamental no tratamento do paciente, seja no pré ou no pós-operatório. E como entidade científica máxima no Brasil, no que diz respeito a cirurgia bariátrica e metabólica, queremos estar sempre possibilitando a atualização continuada das nossas equipes e associados”, declarou Fábio Viegas.

Os cursos serão ministrados através de uma plataforma online exclusiva da SBCBM e que permitirá interação ao vivo entre alunos e palestrantes. As aulas ficarão gravadas e disponíveis aos alunos por 12 meses após o término dos cursos.

Ao final, será disponibilizado certificado apenas aos participantes que alcançarem 80% de progresso no curso. O documento será expedido pela SBCBM. Para o diretor societário da SBCBM e coordenador do projeto, Juliano Canavarros, a expectativa é que esta seja a primeira de muitas edições do curso.

Saúde física – O núcleo de saúde física reuniu profissionais com abordagem pré, intra e pó- operatória e debates sobre as novas tecnologias da área.

Os aplicativos para a prática de atividades físicas à distância ganharam força durante a pandemia. De acordo com o educador físico Alexandre Vieira Gadduci (SP), as novas tecnologias trazem um desafio aos educadores físicos. “Como ensinar um paciente que nunca fez uma barra a treinar com a barra, mas a distância? Existe essa dificuldade, mas a tecnologia está acontecendo e nós, profissionais, devemos acompanhar”.

 

Da mesma forma, a tecnologia pode incentivar a prática dos exercícios. “Existem aplicativos que permitem interagir com esportistas de todo o mundo, na mesma modalidade em que o paciente escolheu. Ainda uma realidade distante no Brasil, mas também existem aparelhos de academia que se ajustam automaticamente a necessidade de exercício do paciente”, afirmou.

A fisioterapeuta Karla Garcez (SP) abordou o impacto respiratório que a obesidade traz para o paciente obeso e diabético. “Precisamos sempre avaliar a capacidade respiratória deste paciente antes da cirurgia para que ele seja preparado de forma adequada para o procedimento, reduzindo os riscos de complicações intra e pós-operatório. Ver o paciente de forma global e em conjunto, com o apoio de toda a equipe multidisciplinar, é importante para que possamos ofertar o melhor para aquele paciente”.

Saúde Mental – O Núcleo de Saúde Mental trouxe importantes debates envolvendo psicólogos, psiquiatras e comunicadores, que também trouxeram estudos avaliando a eficácia dos atendimentos online.

Outro debate importante deste núcleo foi o atendimento de coachs de emagrecimento, sem formação científica para o tratamento da obesidade. =

A psicóloga Marcela Abreu Rodrigues (DF), afirmou que uma das grandes lutas é combater o estigma da obesidade. “Temos que lembrar que a obesidade não é auto sabotagem, não é uma escolha ou um desvio de caráter. É uma doença crônica, progressiva e limitante. Ela não tem cura, mas tem tratamentos baseados em estudos científicos”.  Estudos recentes (2021) mostram que a perda de peso de pacientes obesos sem o acompanhamento de profissionais da saúde foram pequenas e pouco duradouras. “Muitas vezes os pacientes deixam de procurar o tratamento adequado por acreditar em discursos de profissionais sem certificação”, alertou Marcela. “Só a mudança de comportamento não é eficaz para o tratamento da obesidade que é uma doença crônica”.

Saúde Alimentar – O núcleo de saúde alimentar chamou a atenção sobre a necessidade da indicação adequada do uso de suplementos no pós operatório de cirurgia bariátrica. De acordo com a nutricionista Christiana de Oliveira Gomes (RJ), a suplementação vitamínica é essencial para os pacientes pós bariátricos. “Independente da técnica utilizada o paciente precisa de suplementos para sempre. Para os meus pacientes também indico a suplementação um mês antes da cirurgia, ajuda a nutrição, a criar disciplina. Depois da cirurgia é sempre importante fazer os exames e manter o acompanhamento devido a baixa absorção que pode ocorrer. Existem suplementos específicos para os bariátricos, mas sempre precisamos avaliar as necessidades individuais antes da indicação”, afirmou.

A reeducação alimentar também é essencial para manter a redução de peso e como envolve uma série de mudanças de hábitos e orientada em conjunto com a equipe de psicologia.   O XXI Congresso Brasileiro de Cirurgia Bariátrica e Metabólica reúne 1,5 mil especialistas em três dias de evento, no Expo Transamérica, em São Paulo.

PARCEIROS PLATINUM

Parceiro Ouro

nn_logo_rgb_blue_large

Parceiro Prata

Parceiros Bronze

Pfizer_Logo_Color_RGB
Pfizer_Logo_Color_RGB

SITES PARCEIROS

Localize Cirurgiões e Equipe Multidisciplinar.

Segunda à Sexta | Rua Maestro Cardim, 560 - cj. 165 - CEP 01323-000 | São Paulo SP
Whatsapp: 11 9.9477.9049| T + 55 11 3284 6951

Mapa do site

Acessar