Blog

Saia do sofá: saiba com planejar seus exercícios físicos e melhore sua vida

Cirurgia Bariátrica / Cirurgia Metabólica / COESAS / Educação Física / Exercício / Imprensa / Multidisciplinar / Notícias / Obesidade / Pós-Operatório / Pré-Operatório

Você tomou a decisão de mudar para melhor. Está se alimentando corretamente, controlando sua ansiedade, trabalhando suas emoções e decide começar a praticar exercícios. Mas como planejar suas atividades? A pergunta pode pegar algumas pessoas de surpresa e até causar confusão. Devo priorizar algum tipo de exercício? Qual o melhor horário? Quem procurar para receber as orientações necessárias e praticar exercícios com segurança e bons resultados?

Artes marciais são boas opções para exercitar a mente e o corpo.

Artes marciais são boas opções para exercitar a mente e o corpo.

O mais importante na hora de deixar o sedentarismo de lado é dar o primeiro passo. Saia para caminhar ou andar na esteira, sempre seguindo seu ritmo e respeitando seu corpo. Esta atividade é uma boa forma de começar a mudar a rotina, pois oferece baixo risco de lesão. A Organização Mundial da Saúde preconiza ao menos 150 minutos de exercícios físicos por semana. Sair para caminhar por 30 minutos todos os dias, por exemplo, é um bom início.

Segundo Marcos Oliveira, educador físico integrante da Comissão de Especialistas Associados da SBCBM e mestre em ciências endocrinológicas, o segredo é se manter firme na decisão de praticar exercícios.

“Seja comprometido e nunca coloque o exercício em último plano. Quanto mais inteligente a pessoa, mais bem elaboradas são as desculpas que ela dá para si mesmo”, explica Oliveira. Boas dicas para manter o compromisso são convidar um amigo como acompanhante ou ir a academia em horários vazios. “Logo após o trabalho, para evitar o horário de pico no transito, também pode facilitar a adesão”, diz o educador físico.

 

A melhor atividade física
Não existe um tipo de exercício mais indicado ou contraindicado para quem deseja levar uma vida mais saudável. Quem estiver iniciando deve procurar a orientação de especialistas para avaliar suas condições de saúde, estruturar um programa de treinamento e traçar um plano alimentar. “Médico, nutricionista, professor de educação física são alguns profissionais que deverão ser consultados. Eles darão orientações específicas, de acordo com as necessidades e objetivos de cada paciente”, esclarece Oliveira.

 

Prefere pedalar ou caminhar? Dançar ou jogar futebol? No início, o mais importante é sentir prazer e vontade de praticar a atividade. Para o educador físico, o segredo é buscar algo que o motive a deixar o sofá, mesmo que não seja sempre ou por muito tempo.

 

Yoga é outro tipo de atividade completa: fortalece o corpo e a mente, melhora a capacidade respiratória, o equilíbrio, por exemplo.

Yoga é outro tipo de atividade completa: fortalece o corpo e a mente, melhora a capacidade respiratória, o equilíbrio, por exemplo.

“A atividade não precisa ser longa ou feita todos os dias, mas é preciso manter a disciplina para praticar nos dias em que se predispôs e cumprir as metas propostas no programa de treinamento. Posteriormente, e na medida em que o paciente incorporar a atividade física em sua rotina, será necessário incluir atividades que promovam melhores adaptações no tecido muscular”, afirma Oliveira.

 

A musculação é um bom exemplo de como evoluir e variar os exercícios e ajuda na conquista de uma saúde melhor. Segundo o especialista membro da SBCBM, os músculos são aceleradores do metabolismo e por isso oferecem melhores respostas para quem busca emagrecer e não apenas perder peso.

 

Aliás, você sabe a diferença entre perder peso e emagrecer? Clique aqui e leia!

 

Emagreci ou não?
Monitorar o progresso das atividades é importante, mas controlar a ansiedade é ainda mais. Os resultados aparecerão com o tempo e a regularidade. Quem não conseguir manter o foco pode, inclusive, ter a motivação abalada, perder o comprometimento, exagerar nos exercícios e se colocar em risco ou recorrer a recursos pouco recomendáveis, como os produtos vendidos como soluções milagrosas para atingir seus objetivos.

 

Se exercitar e colocar o corpo em movimento é uma das chaves para uma boa qualidade de vida.

Se exercitar e colocar o corpo em movimento é uma das chaves para uma boa qualidade de vida.

“O processo de emagrecimento leva tempo. Na busca por tais resultados, muitas vezes o paciente acaba exagerando na quantidade de exercícios, faz uso de produtos que prometem milagres, que têm procedência duvidosa e, em certos casos, recorre ao uso de medicações sem a devida prescrição médica”, esclarece Oliveira.

 

Para completar, muitas vezes os benefícios à saúde estão sendo conquistados, mas não podemos perceber. A melhor forma de monitorar o seu progresso é fazer consultas periódicas com seus médicos e, sobretudo, ter confiança neles. “Assim o paciente terá uma noção mais precisa sobre seus avanços e resultados e saber se está emagrecendo ou apenas perdendo peso”, comenta o educador físico.

 

Fotos: Obesity Action Coalision