1. Home
  2. /
  3. Diabetes
  4. /
  5. Tem Diabetes?

Tem Diabetes?

Diabetes

O diabetes afeta cerca de 14 milhões de pessoas no Brasil e o número cresce ano após ano. Entre as causas estão, além dos fatores genéticos, o aumento da obesidade decorrentes de maus hábitos alimentares e sedentarismo.

O diabetes tipo 2 surge, em geral, na fase adulta e está ligado à resistência à ação e diminuição da produção de insulina no pâncreas, ação deficiente de hormônios intestinais, dentre outros. A obesidade, dislipidemia (elevação do colesterol e triglicerídeos), hipertensão arterial, histórico familiar da doença ou de diabetes gestacional, e o processo de envelhecimento são os principais fatores de risco.

Por ser uma doença crônica e progressiva, o diabetes pode causar sérios danos para a saúde como cegueira e amputações. Por isso, é recomendado que seja diagnosticado e tratado o mais cedo possível.

No entanto, por ser uma doença silenciosa, o diabetes é difícil de ser diagnosticado: uma pessoa pode ter diabetes por muitos anos sem apresentar qualquer sintoma da doença. A única maneira segura de detectar a presença do diabetes é através do exame de glicemia em jejum ou hemoglobina glicada, que mede a quantidade de açúcar na corrente sanguínea.

Sintomas do Diabetes

Veja alguns dos sintomas frequentes do diabetes tipo 2:

  • Sede excessiva;
  • Urina em grande quantidade;
  • Fome excessiva;
  • Perda de peso;
  • Fadiga;
  • Visão turva.

Silencioso, o diabetes tipo 2 apresenta vários riscos para a saúde do paciente, entre eles problemas cardíacos, Acidente Vascular Cerebral (AVC), problemas na visão, insuficiência renal, neuropatia, hepatite, impotência sexual e amputações.

Cirurgia para o diabetes

Em dezembro de 2017, o Conselho Federal de Medicina (CFM) publicou a resolução Número 2.172, que traz novas regras e amplia a indicação da cirurgia metabólica para o tratamento de pacientes com diabetes.

Na cirurgia metabólica ocorre o mesmo procedimento da cirurgia bariátrica. A diferença entre as duas é que a cirurgia metabólica visa o controle da doença. Já a cirurgia bariátrica tem como objetivo a perda de peso, com as metas para contenção das doenças, como o diabetes e hipertensão, em segundo plano.

Foi normatizado que a cirurgia metabólica indicada para pacientes com diabetes mellitus tipo 2 se dará, prioritariamente, por bypass gástrico com reconstrução em Y-de-Roux (BGYR). Somente em casos de contraindicação ou desvantagem da BGYR, a gastrectomia vertical (GV) será a opção disponível. Nenhuma outra técnica cirúrgica é reconhecida para o tratamento desses pacientes.