1. Home
  2. /
  3. Notícias, Notícias Destaque
  4. /
  5. Expectativa x Realidade: Como...

Expectativa x Realidade: Como melhorar a satisfação com a cirurgia bariátrica e metabólica?

Notícias / Notícias Destaque

Nesta semana, a Sociedade Brasileira de Cirurgia Bariátrica e Metabólica (SBCBM) reuniu os cirurgiões Dr. Roberto Kaiser e Dr. Luiz Vicente Berti e a psicóloga Andreza Wurzba para discutir a satisfação do paciente no pós-operatório. 

A discussão abordou temas como a expectativa que a cirurgia causa do ponto de vista estético e da saúde geral no paciente, além da importância de um pré e pós-operatório acompanhado da equipe multidisciplinar para o sucesso do tratamento.

Preparo

Segundo a psicóloga Andreza Wurzba, o preparo do paciente no pré-operatório visa descontaminar o paciente de informações deturpadas que ele pode ter adquirido na internet e outros meios. De acordo com a especialista, o paciente precisa passar por um trabalho educativo para conhecer todas as etapas, desde o ato cirúrgico até o pós-operatório tardio, para se sentir seguro emocionalmente e diminuir os efeitos da ansiedade. 

Ainda sobre o preparo das expectativas do paciente, o cirurgião Roberto Kaiser explica que logo na primeira consulta deixa claro que a cirurgia é parte de um tratamento que proporciona mecanismos metabólicos para a redução do peso e que a satisfação está relacionada ao acompanhamento a longo prazo e bons hábitos.

Pós-operatório imediato

O pós-operatório logo após a cirurgia, segundo os especialistas, é um grande marco para o paciente não do ponto de vista da perda de peso mas já do controle de doenças associadas como o diabetes e a hipertensão arterial. 

“O impacto imediato que dá para ver nos primeiros dias é a qualidade do sono. Todos referem uma qualidade do sono incrível. A gente sabe a importância do sono para a vida das pessoas. Isso já traz uma satisfação”, complementa a psicóloga Andreza Wurzba.

Exercícios e excessos

Não é incomum que pacientes operados passem a se dedicar a esportes e atividades físicas devido a empolgação com os resultados. Kaiser orienta que o paciente mantenha acompanhamento com a equipe porque a evolução pode não ser notada na balança, tendo em vista que a perda de gordura é compensada pelo ganho de massa muscular – o que traz inúmeros benefícios físicos e metabólicos para o organismo.

> Prática de exercícios físicos evita complicações na bariátrica
Exercícios físicos são uma importante chave para o sucesso da Cirurgia Bariátrica

Os excessos em alguns casos merecem atenção especial, segundo Andreza. Alguns pacientes podem entrar em um “padrão de euforia”. Esse comportamento faz com que alguns pacientes passem a exagerar em padrões de comportamento que podem se tornar nocivos à própria saúde.

“Ao invés de correr um quilômetro por dia querem correr uma maratona. Um excesso que também pode se maltratar. O que eu digo sempre é que não podemos ser reféns de nada, nem da obesidade e nem da academia. Isso uma hora vai acabar prejudicando porque ele não está em contato com o corpo e respeitando seus limites”, explica a psicóloga.

Metas?

A desinformação difundida em redes sociais trouxe aos pacientes um termo que pode causar uma expectativa exacerbada com a cirurgia bariátrica e metabólica e resultar em frustração a longo prazo: as metas.

“A sua meta é ser feliz, ter saúde e qualidade de vida. Faça a sua parte e você vai obter. Essa palavra “meta” pode levar a um resultado de frustração”, comenta Luiz Vicente Berti.

“A meta pode ser muito mais ampla do que o peso, como não tomar mais medicação para o diabetes. Isso é muito pessoal, o que precisamos é de uma escuta para entender o que o paciente precisa”, diz Andreza.

Assista esse e outros Barilives em nosso canal no YouTube: